Dicas para Corretor

Saiba o que é storytelling e como usar no mercado imobiliário

Apesar de ser um termo pouco conhecido, é possível usar o storytelling no mercado imobiliário e conquistar ainda mais clientes e admiradores

Em alguma campanha você já presenciou um vídeo contando uma história que toca o emocional e que é ligada  à marca? Ou já assistiu o depoimento de alguém sobre como uma empresa encontrou a solução para os seus problemas? Isso, de forma (BEM) resumida, é a chamada “storytelling”.

 

Hoje em dia, boas histórias realmente fazem com que as pessoas se identifiquem de alguma maneira com a conquista dos personagens retratados no vídeo. Sendo assim, contar um case de sucesso, um evento curioso que já aconteceu com um dos seus clientes ou na imobiliária pode ser bastante efetivo, principalmente para gerar confiança nos futuros clientes.

Saiba o que é storytelling e como usar no mercado imobiliário

 

Prevê-se que até 2021, o conteúdo de vídeo será responsável por quase 82% do tráfego da Internet, sendo um dos formatos ideais para atingir o público-alvo. É possível usar a estratégia de storytelling também para o mercado de imóveis e passar a contar a aquisição de imóveis dos seus clientes por meio de vídeos que vão passar confiança para pessoas que podem vir a comprar na nossa imobiliária.

Como incluir storytelling em minhas estratégias?

Criar um storytelling não é um bicho de sete cabeças. Para incluir este tipo de estratégia nas suas ações, vale pensar no histórico de clientes que já passaram pela sua carteira e entender os mais relevantes para entrar em contato solicitando a “parceria”.

 

Vale ressaltar que cada história é diferente uma da outra, sendo assim, o impacto que causarão nos consumidores também será diferente. Por isso, é importante classificar cada uma de acordo com a “impressão” que deseja passar em quem vai assistir o conteúdo.

 

Chame alguns clientes para depor sobre o atendimento prestado pela imobiliária ou por você, em caso de corretor autônomo. Algumas perguntas podem ser bastante úteis na hora de montar o vídeo completo, como:

 

  • Qual a mensagem que desejo passar para os potenciais clientes?
  • Qual é o público que quero atingir?
  • Por que essa mensagem é relevante para quem busca um imóvel residencial ou comercial?
  • Como será minha abordagem?

Conheça alguns exemplos de storytelling em outros segmentos

 

Neste comercial, a DOVE transmite a mensagem sobre os produtos da linha baby Dove, mostrando que os produtos são ideais para as crianças que são amadas pelas mães:

 

 

Um exemplo do mercado imobiliário, foi o vídeo produzido pela Tecnisa sobre o bairro Jardim das Perdizes. A empresa utilizou o depoimento de uma das moradoras do bairro para mostrar aos potenciais clientes a experiência real de alguém que comprou um imóvel na região:

 

 

Estes são apenas alguns exemplos de comerciais que estão sempre presentes em nosso dia a dia e que, inconscientemente, acabam criando o desejo de adquirir algo.

 

Portanto, você viu que é possível SIM atingir o público-alvo por meio de storytellings, não é mesmo? Comece a testar em suas estratégias e conte o resultado para nós nos comentários.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *