Dicas para Corretor

Qual a importância do visual para um corretor de imóveis?

Veja as dicas da consultora de imagem pessoal, moda e etiqueta Ana Vaz sobre como se vestir

Para qualquer carreira, a forma de se vestir comunica qualidades profissionais e pessoais, mas pode comunicar também alguns defeitos.

(Foto: Shutterstock)
É importante fazer escolhas que representem suas habilidades e qualidades profissionais (Fotos: Shutterstock)

Para a consultora de imagem pessoal, moda e etiqueta Ana Vaz, a imagem pessoal – formada pela escolha das roupas, acessórios, corte de cabelo e maquiagem – sempre deve ser encarada como uma poderosa ferramenta de comunicação, por isso é importante fazer escolhas que representem suas habilidades e qualidades profissionais, bem como o mercado e a imobiliária para a qual trabalha. Clique aqui e veja roupas perfeitas para corretores e corretoras de imóveis.

Como traduzir os valores da empresa para o seu visual

A imagem pessoal, mais do que uma questão de estética, é uma questão de comunicação. Por isso mesmo usar a sua imagem para comunicar seu posicionamento profissional é muito útil. E seu posicionamento profissional passa também pelo posicionamento de sua empresa. Uma imagem profissional positiva demanda uma identificação com sua área de atuação e, obviamente, com a empresa para qual trabalha ou deseja trabalhar. Mas como entender que imagem é essa e decodificá-la?

Veja as dicas de Ana Vaz:

  •     Se você já está na empresa, um dos primeiros passos é perguntar à área de recursos humanos, assim que você começa a trabalhar, se existe uma política de vestimenta. Se houver, atenha-se a ela, mesmo que você perceba que os colegas não a levem tão a sério. É normal que, com o tempo, as pessoas sintam-se cada vez mais confortáveis nas empresas em que estão, por isso mesmo se vistam de forma cada vez mais casual. O problema é que casualidade excessiva pode ser lida como desleixo e desleixo será lido como falta de foco em qualidade e desatenção aos detalhes;
  • Se na empresa não existe um código de vestimenta, vale observar sua chefia, e a chefia de sua chefia. Normalmente são esses profissionais que estão mais conectados com a marca da empresa e conseguem, às vezes intuitivamente, traduzi-la para sua vestimenta. Adicionalmente, olhe para a identidade visual da empresa: logomarca, manuais, website, presença nas redes sociais, peças de publicidade. É na identidade visual que você verá como sua empresa projeta a imagem de seus funcionários. Tente reproduzir o que está comunicado lá. Se sua empresa usa imagens de uma equipe vestida de forma mais casual (jeans e camisa, por exemplo), não há problema em você reproduzir tal imagem, mas se ela representa a equipe vestida com roupa social, isto significa que a sua imagem deveria, no mínimo, estar próxima a essa. Talvez seja o caso de evitar o uso de jeans, camisetas ou sapatos esportivos, mesmo que seus pares se vistam assim. Pense que mimetizar a imagem que a empresa criou para sua equipe mostra que você está antenado e deseja se encaixar. E isso faz sua chefia respirar aliviada no momento em que você está exposto aos clientes. E os clientes, ao observarem a coerência entre o que você veste e como a sua empresa se representa, também respiram aliviados.
  • Se você está num processo de seleção, vale usar a tática acima e procurar referências visuais de como a empresa projeta a imagem de seus funcionários. E pense que, numa seleção, você estará em vantagem se sua roupa não atrair mais atenção que você. Seja discreto;
  • Se a empresa é mais formal ou está numa área mais masculina (como é o caso do ramo imobiliário em geral), são as cores mais sóbrias e até escuras e a roupas de linhas mais retas e tecidos mais firmes que causarão um efeito de maior sintonia entre você e seus clientes;
  • E lembre-se de que dá para traduzir a sua personalidade em seu visual profissional, mas é absolutamente imprescindível que a personalidade da empresa para qual trabalha esteja traduzida também. Assim todo mundo ganha: você genuinamente comunica seu respeito pela marca para qual trabalha, o cliente vê uma continuidade desta marca em você e a empresa se sente segura ao indicá-lo como um representante de seus valores.
Para mulheres
Adote maquiagem leve, que sirva para deixar seu visual mais elegante, e não mais colorido

Dicas para mulheres:

  • Evite roupas sensuais como decotes que ultrapassem a linha das axilas, roupas coladas (as roupas precisam estar a pelo menos um dedo de distância do corpo de cada lado), saias curtas (com mais de dois dedos acima dos joelhos), transparências que permitam ver a lingerie;
  • Adote maquiagem leve, que sirva para deixar seu visual mais elegante, e não mais colorido. A maquiagem leve dá acabamento ao visual e não comunica sensualidade ou descontração excessiva;
vite a combinação jeans, tênis e camiseta, que comunica um ar muito adolescente
Evite a combinação jeans, tênis e camiseta, que comunica um ar muito adolescente

Dicas para homens:

  • Evite roupas muito coladas ao corpo e camisas com mais de um botão aberto;
  • Mantenha a barba sempre em dia. Se a mantiver comprida, precisa estar aparada. Se optar por não ter barba, é preciso evitar o estilo “barba por fazer”, que pode comunicar desleixo quando você está com um cliente mais tradicional ou se trabalha numa imobiliária mais formal;

Ambos:

  • Preste atenção ao corte de cabelos, mantendo-o em dia;
  • Evite o excesso ou a falta de perfumes e desodorantes;
  • Mantenha sapatos, bolsas e pastas em bom estado de conservação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *