Dicas para Corretor

Saiba como programar atividades e corrigir imprevistos do dia a dia

Manter uma agenda serve como um norte para uma rotina de imprevistos, o que facilita as readequações de responsabilidades

Prospectar, atender clientes, ir a reuniões, acompanhar visitas, vender e tantas outras funções podem desviar o foco do corretor, ainda mais quando surgem imprevistos.  Sem contar tudo isso, ainda existe a preocupação com metas e comissões. Sim, há muito a se fazer, mas a notícia boa é que, ao organizar as prioridades, o trabalho terá mais fluidez e os resultados aparecerão.

O especialista em comportamento humano e presidente da Sociedade Latino Americana de Coaching (Slac Coaching), Sulivan França, orienta que o profissional comece o dia diferente, e marque em uma agenda todas as atividades previstas.

+ Gostou das dicas? Aproveite e deixe seu comentário!

+ Faça seu cadastro no ZAP Pro e receba as novidades!

“Defina prazos mínimos e máximos de duração (de cada evento), fazendo um cálculo do que demanda mais ou menos tempo”. Esse, segundo ele, é o primeiro passo para a organização.

Manter uma agenda serve como um norte para uma rotina de imprevistos, o que facilita as readequações de responsabilidades (Foto: Shutterstock)

É claro que, ao longo do dia, surgem imprevistos. A ideia é se reorganizar a partir de um cronograma já montado, o que deixa tudo mais fácil. “Encaixe as novas tarefas nas brechas que aparecerem e readeque os horários. Que tal tirar 15 minutos do almoço e aumentar 10 naquela reunião superimportante? Os cinco restantes podem ser válidos para outro fim”, diz França.

O passo seguinte para tornar o tempo um aliado em uma rotina bem distribuída é entender a si mesmo. França orienta que o corretor se questione quanto aos pontos fortes e fracos no exercício da profissão.

“Ao lidar com metas e comissões, você precisa ter uma certeza muito grande daquilo que faz bem e do que precisa melhorar. Por exemplo, o corretor pode ter uma oratória excelente, o que vai  ajudar muito nas vendas. Mas, por outro lado, pode ser muito prolixo (falar muito), o que o fará perder clientes”, aponta.

Segundo o coaching, é preciso trabalhar essas falhas para conseguir otimizar a performance. “Uma vez que tenha solucionado esse ponto, irá, consequentemente, melhorar seu tempo de atuação”.

Organização não é pressa

A diretora administrativa e de marketing da construtora e incorporadora MBigucci, Roberta Bigucci, concorda que a melhor maneira de organizar o dia é se antecipar ao que vem pela frente. Ela ressalta que, com base na carteira de clientes, é possível preparar abordagens diferenciadas, afinal cada um tem um objetivo e vive um momento.

“O profissional de vendas no mercado imobiliário não pode jamais esquecer que o processo de decisão de compra é longo. Se for imediatista em apresentar ofertas e forçar uma negociação, pode acabar espantando o cliente e perder o fechamento do negócio”.

Perder o foco com número de clientes pode também não ser mais uma desculpa. “Existem ferramentas de automação que facilitam o trabalho. Há, inclusive, sites que disponibilizam módulos de controle da carteira de clientes. Isso é fundamental para manter a organização. Mas é preciso lembrar: estas ferramentas jamais substituirão o bom atendimento pessoal e humanizado”, diz Roberta.

+ Conheça o corretor que usa helicóptero para mostrar imóveis aos clientes

+ Veja 5 dicas para você vender mais

+ Veja dicas de como negociar um imóvel para solteiro

+ Mercado imobiliário mostra sinais de melhor

+ Veja o que você precisa saber para vender um imóvel

+ Conheça o guia completo para se tornar o melhor corretor de imóveis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *