Qualidade de vida

Corretor, veja 5 dicas para melhorar a sua alimentação

Correria do dia a dia não é desculpa para viver de lanches e deixar a saúde de lado

Enfrentar o estresse e a maratona de desafios do mercado imobiliário exige um organismo que aguente o tranco. Com a rotina corrida, sem horários fixos e alimentação feita quase que diariamente na rua, é preciso redobrar os cuidados com o que se come. Acredite: se alimentar de forma inadequada pode prejudicar não só a saúde, mas o desempenho profissional. Veja as cinco dicas que preparamos com especialistas na área.

Comer na rua

Atualmente, o número de restaurantes saudáveis e que usam ingredientes de qualidade tem crescido muito. O médico nutrólogo Sandro Ferraz lembra que é fácil encontrar arroz integral, proteínas magras, legumes e verduras com opções, principalmente nos serviços por quilo. “Apenas tome cuidado com as armadilhas. Alguns restaurantes chamam a preparação de grelhada, mas usam uma quantidade excessiva de óleo”, diz ele. A também nutróloga Vanessa Miramoto acrescenta que longos períodos sem se alimentar pioram a compulsão por alimentos calóricos.

+ Gostou das dicas? Aproveite e deixe seu comentário!

+ Faça seu cadastro no ZAP Pro e receba as novidades!

Lanches

Correria do dia a dia não é desculpa para viver de lanches e deixar a saúde de lado (Foto: Shutterstock)

É possível optar por lanches intermediários saudáveis sem fugir da dieta, basta ter organização. “Castanhas, frutas, semente de abóbora, semente de girassol, pasta de amendoim, biscoito de arroz, por exemplo, são excelentes opções e não precisam de refrigeração”, orienta Ferraz. “O corretor deve escolher lanches que não sejam industrializados e contenham saladas e proteína de boa qualidade, que evitam o aumento do açúcar e o ganho de gordura”, complementa Vanessa.

Frutas

Você adora comer frutas? Tome cuidado. “As frutas são alimentos saudáveis, ricos em vitaminas e minerais, porém algumas também possuem uma quantidade maior de carboidratos. Dê preferência às frutas vermelhas, maracujá, limão, caju e kiwi”, diz o nutrólogo. Já a nutróloga explica que as frutas são ricas em frutose (açúcar da fruta) e não devem ser ingeridas de forma excessiva.

Beliscar

Bolachas, salgadinhos, balas, chicletes, chocolates, são comuns em todo escritório. Muita gente vai comendo sem perceber. “Essas guloseimas podem causar inúmeros problemas à saúde, tais como diabetes, hipertensão, esteatose (gordura no fígado), aumento da insulina e obesidade”, alerta Vanessa. “Esses alimentos são calóricos, ricos em açúcar e pobres em vitaminas e minerais. Devem ser evitados, tente dar preferência aos chocolates com 70% de cacau”, ressalta Ferraz.

Bebidas

A orientação básica e que muitos esquecem durante o trabalho é: beba muita água, nada é capaz de substituí-la. “O café em excesso pode agredir a mucosa gástrica, provocar taquicardia e aumento da pressão arterial. O refrigerante contém uma quantidade muito grande de açúcar e as opções diet contém adoçantes artificiais e são ricos em sódio”, explica o nutrólogo Sandro Ferraz. Para a médica Vanessa Miramoto, a água de coco natural é bem nutritiva e aceitável, assim como a limonada natural. “Os sucos possuem uma quantidade muito elevada de frutose”, diz ela, recomendando moderação.

+ Conheça o “retrofit” e saiba suas vantagens

+ Saiba quais são as expectativas para o mercado imobiliário em 2017

+ Veja dicas para vender um imóvel para aposentado

+ Veja como tirar boas fotografias em ambientes com pouca luz

+ 5 dicas para você abordar seu cliente e vender mais

+ Entenda o que é recuperação judicial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *