Dicas para Corretor

3 mitos sobre as redes sociais que os corretores acreditam

Conheça alguns detalhes sobre as redes sociais no mercado de imóveis nas quais devemos parar de acreditar agora mesmo

Mesmo nos tempos atuais, em que a internet se tornou tão presente em todos os mercados, muitas são as desconfianças e dúvidas dos profissionais do nosso mercado com as redes sociais. Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn ainda são plataformas que corretores imobiliários acreditam atrapalhar a rotina.

Na verdade, esses tipos de site são grandes facilitadores e nos ajudam a gerar negócios. Por isso, confira 3 mitos sobre as redes sociais que devemos parar de acreditar.

1 – Redes sociais nos faz perder tempo

Ao contrário da afirmação acima, as redes sociais podem se tornar um grande potencializador em nossas estratégias de negócio. Isso porque grande parte dos nossos clientes estão presentes nessas plataformas e podem acabar exigindo um atendimento online em algum momento da negociação, como já vem acontecendo com o WhatsApp.

Fora acertar o nosso público nesses canais, é possível também trabalhar a exposição do nosso nome – em caso de corretor autônomo – ou a marca da imobiliária pela qual trabalhamos. Para auxiliar potenciais clientes e estreitar o relacionamento, também podemos compartilhar os posts do nosso blog.

Para economizar ainda mais tempo, o Facebook ainda permite o agendamento dos posts, além de outros sites que permitem agendar postagens de outras redes sociais, como:

  • – Buffer;
  • – Postcron;
  • – Hootsuite;
  • – Socialoomph.

mitos-sobre-as-redes-sociais-que-os-corretores-acreditam

  • 2 – Ter uma rede social é estar presente no Facebook

MENTIRA!

Hoje as redes sociais vão muito além de ter uma página sobre a nossa corretora ou para divulgar nossos imóveis no Facebook. Outras plataformas também apresentam funções que podem ser aproveitadas no dia a dia.

Os vídeos são as mídias de grande relevância no YouTube e o Instragram, por exemplo, foca nas fotos e vídeos curtos. O LinkedIn, além de servir para ampliar uma rede profissional, também pode servir para o desenvolvimento de artigos.

3 – Não adianta estar nas redes sem milhares de seguidores

Negativo! Existe ainda quem acredite que, para valer a pena a presença nas redes sociais, é preciso ter muitos seguidores. Tá certo que quantidade é sempre bom, mas é preciso prezar pela qualidade, principalmente se tratando de público-alvo. Por isso, independente se são dezenas ou centenas, nossos seguidores devem ser:

  • Profissionais do mercado imobiliário;
  • Pessoas que estão em busca de imóveis para alugar ou comprar e que podem fechar negócio conosco;
  • Clientes que já foram nossos clientes e entendem que o nosso conteúdo é importante para continuar acompanhando.

As redes sociais são grandes portas para mostrarmos o nosso valor como profissional do mercado antes, durante e após a efetivação da locação ou compra da propriedade. Seja mostrando como cuidar do imóvel, dando dicas de compras, divulgando eventos em que comparecemos, mostrando cases de sucesso e outros assuntos.

Viu só como o “achismo” pode acabar nos afastando de oportunidades? Você também tem dúvidas sobre as redes sociais que gostaria de compartilhar? Conte para nós nos comentários.

+Veja dicas de como passar feedbacks para sua equipe

+ Veja como tirar boas fotografias em ambientes com pouca luz

+ 5 dicas para você abordar seu cliente e vender mais

+ Entenda as mudanças tecnológicas na vida do corretor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *