Dicas para Corretor

10 dicas para você criar o seu cartão de visita

Ter um cartão de visitas é importante para qualquer profissional. Mas para que ele cumpra bem o papel de passar ao cliente os seus contatos e fazer com que ele se lembre de você quando precisar de um imóvel, é essencial que contenha as informações corretas e organizadas.

Raquel Felix, do Ibresp, afirma que tem percebido que os cartões dos corretores hoje em dia são muito poluídos. “Eles têm muita informação, como foto, e-mail, quatro telefones, Facebook, LinkedIn, endereço e, se tiver espaço, o Twitter.” Ela acredita que, quanto mais limpo e objetivo for o cartão de visitas, mais eficiente ele será.

Segundo ela, em apenas um lado do cartão deve ter o primeiro nome e último sobrenome, cargo, dois telefones para contato, e-mail, endereço (caso seja de uma imobiliária) e logo pequeno da empresa. No verso deve constar o logotipo da empresa um pouco maior que na parte da frente, com um layout bonito, mas sem exageros. “Um cartão assim passa credibilidade e classe. Não coloque nenhuma informação a mais e nem a menos”, recomenda.

(Foto: Shutterstock)
Veja dicas para mandar bem no cartão de visita (Foto: Shutterstock)

Guilherme Ribeiro, diretor de marketing da Rede Imobiliária Secovi, relaciona 10 dicas para você não errar quando fizer seu cartão:

1. Não existe um modelo padrão, mas qualidade gráfica é essencial. Cartões devem ser feitos em gráficas, em papel de alta gramatura, que não solte tinta ou cheiro;

2. Deve ter nome, telefone e e-mail muito bem destacados. É importante ter uma fotografia do corretor e logotipo da imobiliária;

3. O número do CRECI não pode faltar;

4. Qualquer forma de publicidade deve ser abolida;

5. O cartão nunca deve servir para mais de uma finalidade, como anunciar sua função de corretor e também uma loja virtual;

6. Evite adornos e cliparts;

7. O foco principal deve ser dado ao nome e depois nas formas de contato. É possível utilizar os dois lados do cartão para distribuir melhor as informações no espaço;

8. O logo da empresa deve ter tamanho que seja proporcional e harmonioso em relação ao cartão. É importante para dar credibilidade ao corretor, mas não precisa ocupar todo o fundo do cartão.

9. Evite fontes do tipo script ou muito pequenas, pois são de difícil leitura.

10. Fique atento à ortografia. Faça uma revisão antes de imprimir os cartões para que não saia nenhum erro.

+ Gostou das dicas? Aproveite e deixe seu comentário!

+ Faça seu cadastro no ZAP Pro e receba as novidades!

+ Conheça o “retrofit” e saiba suas vantagens

+ Saiba quais são as expectativas para o mercado imobiliário em 2017

+ Veja dicas para vender um imóvel para aposentado

+ Veja como tirar boas fotografias em ambientes com pouca luz

+ 5 dicas para você abordar seu cliente e vender mais

+ Entenda o que é recuperação judicial