Dicas para Corretor

Em tempos de crise, pós-venda ganha atenção extra do setor imobiliário

Corretor de imóveis ou consultor imobiliário têm de ser fazer presente na vida do cliente

Manter um bom relacionamento com o cliente mesmo depois do negócio fechado deveria ser algo básico no mercado imobiliário. A matemática é simples: ele sai contente por ter vendido bem ou comprado um bom imóvel e vai indicar o corretor ou voltar a procurá-lo em uma próxima oportunidade. Mas em temos de crise, esse pós-venda é algo primordial.

+ Conheça a história do corretor de imóveis

+ Veja o que você precisa saber para vender um imóvel

Só no ano passado, 40% dos apartamentos comprados na planta foram devolvidos. Em outubro deste ano, as vendas de imóveis usados caíram 18,26% e o número de casas e apartamentos alugados na cidade de São Paulo foi 0,47% menor em outubro na comparação com setembro, segundo pesquisa feita com 310 imobiliárias pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo, o CRECI-SP.

Pós venda
É importante investir em profissionais dedicados a esta área (Foto: Shutterstock)

“A ligação entre cliente e corretor nunca foi tão importante como agora. É preciso acompanhá-lo, saber suas expectativas e decepções, e até aconselhá-lo financeiramente. Quando o cliente compra um imóvel na planta, esse cuidado é ainda maior. É preciso fazer-se presente”, orienta o corretor de imóveis Lúcio Viana. O também corretor Bryan Rodrigues faz questões de falar sempre em números com o cliente. Ele conta que muitos preferem aplicar o dinheiro do que colocá-lo em um imóvel. “Escuto que o dinheiro rende 15% ao ano e que, atualmente, um imóvel não valoriza o mesmo. Meu contraponto é que o preço para a compra agora é melhor do que o praticado quando não se tem crise, e que o investimento vale sim!”, pondera.

+ Gostou das dicas? Aproveite e deixe seu comentário!

+ Faça seu cadastro no ZAP Pro e receba as novidades!

Segundo especialistas, a estratégia de lembrar de datas e comemorações, mandar e-mails e cartas ainda é válida. Mas o mercado pede mais do que isso. Algumas imobiliárias investem pesado no treinamento de profissionais que agem para estarem sempre por perto. A corretora de imóveis Monique Tonini, do Casas Bacanas, sempre foi adepta de gentilezas como enviar cartões de próprio punho e chocolates aos novos proprietários. Mas seu próximo objetivo é fechar parcerias com empresas como restaurantes, spas e outros serviços em geral, como se fosse uma espécie de bônus. “Queremos marcar a vida do cliente, mas de uma maneira bacana e agradável”, opina.

O corretor Rodrigo Barreto faz coro e acredita na máxima popular “quem não é visto não é lembrado”. “O corretor não deve desaparecer da convivência do cliente depois de finalizada a transação imobiliária. A dica é entrar contato, checar se a mudança deu certo, se ele está feliz em sua casa. Essas coisas começam a marcar a ideia que você faz a diferença”, completa.

+ Conheça o corretor que usa helicóptero para mostrar imóveis aos clientes

+ Veja 5 dicas para você vender mais

+ Veja o que você precisa saber para vender um imóvel

+ Conheça o guia completo para se tornar o melhor corretor de imóveis

+ Assista todos os vídeos

+ Conheça o guia completo para se tornar o melhor corretor de imóveis

+ Veja o que você precisa saber para vender um imóvel

+ Confira 25 dicas sobre a carreira de corretor de imóveis